Notícias

Finanças pessoais: Como colocar a razão a serviço da emoção? Veja no artigo da especialista Myrian Lund

Jusprev
25 de junho de 2019

thought-2123970_1280

Por Myrian Lund, especialista em finanças  – No Mercado Financeiro, vemos as pessoas com suas máquinas de calcular na mão ou sentadas na frente do computador fazendo contas. Por quê?  Porque nossas decisões financeiras precisam ser feitas pela razão e a nossa mente utiliza vieses, atalhos mentais, que nem sempre nos levam ao melhor caminho.

Estamos cercados de armadilhas nas lojas, nos mercados, nas farmácias, nos shoppings, além de sujeitos a fraudes, cada vez mais especializadas. Por isso, ativar a razão é muito importante para lidar com o dinheiro. É possível juntar dinheiro e ter uma vida de qualidade, sem endividamento, mas para isso é necessário fazer planilhas para ver se nossos gastos estão adequados aos nossos objetivos. É preciso planejar nossos sonhos e verificar quanto precisamos investir mensalmente para atingi-los.

Tenho visto muitas pessoas dizerem que não conseguem juntar dinheiro, que desistem de seus sonhos, antes de colocá-los no papel. Algumas dicas importantes:

 

a) Escreva seus sonhos, a data que quer realizá-los, o montante que precisa atingir e se já tem algum valor aplicado.

b) Aplique mensalmente o valor a que se propõe no dia que recebe o salário. O ideal é que seja por débito automático para não falhar.

c) Guarde tudo que conseguir economizar: R$ 10,00, R$ 20,00, R$ 50,00, e coloque esse dinheiro para trabalhar para você. Pode ser na poupança. Mas à medida que o valor crescer, o ideal é migrar para produtos mais rentáveis.

d) Para ajudar você a saber quanto precisa investir mensalmente, baixe a planilha dos objetivos financeiros e ela calculará, automaticamente, o valor do depósito mensal.

 

Os dados que você precisa digitar são:

  1. Valor do objetivo, quanto precisa acumular;
  2. Data hoje e a data que pretende realizar o sonho
  3. Já juntou algum valor?
  4. Onde investirá o dinheiro? Confira a taxa média mensal para colocar na planilha. Exemplo: poupança: 0,37% a.m., CDB a 100% do CDI = 0,44%a.m. líquido de IR.

Tenho orgulho em frisar: “Planejamento Financeiro muda a vida das pessoas”, pois nos obriga a sair da contabilidade mental (que sempre esquece alguma coisa) para os dados concretos.

Não tenha medo de encarar a realidade (conhecido como viés do avestruz, que enfia a cabeça na terra para não ver a fatura do cartão de crédito, para não ver a planilha financeira), pois é o novo olhar para onde o seu dinheiro está indo que permitirá mudanças na sua vida, para um patamar que você não imaginava que poderia alcançar um dia.

Clique aqui e faça o download da planilha dos objetivos financeiros.

Notícias

Nossa assessoria de imprensa está à sua disposição para auxiliar com materiais, dados e informações sobre a entidade. Entre em contato!

Fale com nossa assessoria de imprensa